domingo, 2 de abril de 2017

Eu sei, sempre soube.

Segunda-feira, 11 de novembro de 2015.

Eu sei. Chovia forte lá fora e mesmo assim eu te deixei ir. Mesmo depois de ter discutido sobre nada com você. Me ligaram vinte minutos depois que você saiu, e foi a pior ligação que já tive; Pista molhada, velocidade demais e dois carros. Foi o fim pra mim. Me sinto culpada por ter deixado você ir sozinho, gostaria que fosse eu no seu lugar. Todos sabem que a culpa é minha, ou pelo menos deveria ser. Mas já é trade demais. Não consigo me conectar a sua mente e pegar a sua dor pra mim, como uma garrafa vazia pega a chuva. Eu sei que dói e machuca. Mas dessa pancada eu não posso te curar, infelizmente eu não posso fazer nada.

Infelizmente não posso voltar ao passado e pegar os seus pecados como um veleiro vazio sem vida pega o vento. Não posso nem curar a dor que você deve ter sentido no momento e que me faz chorar. Vesti a minha melhor roupa preta pra ficar do seu lado pela última vez. Pedi pra cantarem aquela música que te fazia chorar, na esperança que você voltasse. Está nítido que não quero te deixar ir. Não consigo dizer adeus pra sempre. Por favor, volta. Fica, sei lá, só não vai.

Vem me chatear, vem pegar meu coração e segurar a minha mão, assim como talvez o oceano pega as areias. Eu ainda não passei a minha vida inteira com você. Não consegui te pedir o perdão e te abraçar como sempre fiz depois de uma pequena discussão. Hoje eu sei que não devo deixar ninguém partir sem antes pedir perdão.


25 comentários:

  1. Menina, por favor, me diz que isso é só imaginação sua? Que essa história, de fato, não aconteceu contigo. Lembrei de uma história parecida (sem mortes, mas dias de hospital) que aconteceu comigo. Coração está em frangalhos.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É minha imaginação sim. Felizmente isso nunca aconteceu comigo, bom, até hoje algo assim não aconteceu comigo. Mas o futuro né, ninguém sabe! Sério?

      Excluir
  2. abraco profundo.
    nao tenho outras palavras.

    ResponderExcluir
  3. Nossa, meus olhos estão lacrimejando real oficial agora. A música ainda me deixou mais triste ainda, eita! Amei o texto, conseguiu me tocar de uma forma muito única. É uma história real? Se for, tô enviando muita força pra ti, viu?
    Um beijão,
    Gabs do likegabs.blogspot.com ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa música é linda e não é atoa que é uma das minhas preferidas, é triste mas é bem real. Fico feliz que tenha gostado. Não é uma história real, é fictícia mesmo. Mesmo assim obrigada, por perguntar!

      Excluir
  4. Oi,Emy ♡ Como vai? Que layout lindo em? Espero que você continue a ativa! Eu já li esse texto no Hematomas,a junção de todas as palavras cria um amor quase estável e doloroso talvez de se ler. É tão real,e tão sincera a sua escrita! Como eu sempre digo,é agradável tirar um tempo para ler seus escritos,é muito gratificante ter essas oportunidades.

    Beijos ♡

    {reckless}

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Luccas. Eu estou bem, obrigada. Obrigada, fico feliz que tenha gostado. Eu espero o mesmo. Concordo com você, a junção realmente dá esse exato ar. Fico grata e feliz em ler isso. Obrigada!

      Excluir
  5. Hello!
    Seu texto é lindo, como você sabe, e seus sentimentos estão impregnados em cada vírgula, o que é a melhor coisa que algum autor pode fazer com seu dom. Mas agora, precisamos falar sobre essa música, mais especificamente, do meu amor Tom Odell, você o acompanha? Ele é um dos meus favoritos.
    Beijos, eu amo esse blog, paraliseiobico.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Carla. Obrigada, fico muito feliz em ler isso. Essa música é uma das minhas favoritas, desde a primeira vez que eu escutei ela eu me apaixonei. Eu o acompanho bem pouco. Obrigada!!!

      Excluir
  6. Tão pesado e Lindo ao mesmo tempo!
    Fui lendo e ouvindo essa musica. Me senti no filme.
    O ultimo parágrafo rimou muito!

    Aqui é Lindo!
    http://minhaformadeexpressao.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Que triste
    Ainda bem que é só uma história, e esse musica no final é pra terminar de desgraçar tudo Né? Texto lindo :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem mesmo, Margô. Sim, essa música ajuda a desgraçar. Obrigada!

      Excluir
  8. Nossa, que melancólico e triste. Não consigo com textos assim. A culpa é normal em ocasiões assim, mas é irrelevante e que não deveria ser sentido por ninguém. Afinal, a culpa nunca é de ninguém. Acontece porque simplesmente tem que acontecer. Porque é o ciclo da vida.
    Seus textos são incríveis e realmente, transborda sentimento em cada linha lida.
    ~beijinhos~

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A culpa é o pior sentimento que alguém pode sentir, vai matando a pessoa aos poucos. Com certeza. Obrigada, fico muito feliz em ler isso!

      Excluir
  9. OI, tudo bem?
    Que texto lindo!
    Isso é sempre o que mais me arrependo... Não falar o que sinto para alguém e depois não ter mais essa oportunidade...
    Beijos
    www.somosvisiveiseinfinitos.com.br
    Vídeo novo: https://www.youtube.com/watch?v=fzXVXyTfi9w

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, estou bem, obrigada. Fico feliz que tenha gostado. Eu era assim também, esse ano tentei mudar isso. Falo o que sinto, aconteça o que acontecer.

      Excluir
  10. Meu coração dói só em imaginar isso acontecendo depois de uma discussão. Acontece bastante em filmes de drama, mas nem se compara à vida real.
    Eu sempre discuto e fico longe, apenas recentemente passei a pedir desculpas e tentar melhorar a situação o mais rápido possível, com medo de não poder pedir desculpas depois.

    Com amor,
    Bruna Morgan

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, na vida real a dor com certeza é maior. Eu também era assim, hoje mudei isso.

      Excluir
  11. Olá,

    Uau que texto intenso.
    Só de ler já bate uma aflição.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Obrigada, fico feliz que tenha gostado!

      Excluir
  12. Meu coração ficou apertado quando terminei de ler, e vi que fora sua imaginação. Tu tem uma grande sensibilidade com a escrita.

    ♡ Meu Ig https://www.instagram.com/pamella_ferracini/
    ♡ Ig do blog https://www.instagram.com/blogloveinred
    ♡ Blog http://blogloveinred.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que é imaginação né? Obrigada, fico feliz em ler isso.

      Excluir
  13. Olá Emy,
    Esse seu texto foi de partir o coração, sua escrita pra mim fluiu muito bem.
    Nós sempre temos de perdoar e pedir perdão, e eu venho praticando muito isso, pois sou um tiquinho orgulhosa rs.
    Obrigada pela visita lá no blog, acho que tinha perdido o link daqui também!

    Abraços,
    pile of roses

    ResponderExcluir